Meio ambiente e superação do capitalismo

O ar está mais puro nos países confinados por coronavírus

Com isolamento, cai poluição do ar em São Paulo

Com praias vazias, 97 tartarugas-de-pente nascem em Pernambuco

*

Já falei por aqui que a pandemia do covid-19 coloca em cheque as políticas neoliberais e a ideologia fascistóide defendida pelo bolsonarismo.

Acrescento, agora, que mais do que revelar que neoliberalismo e bolsonarismo são necropoliticas, a pandemia expõe a ineficiência e crueldade do próprio modo de produção capitalista. Continuar lendo Meio ambiente e superação do capitalismo

Artefato “sui generis”

Vou contar uma coisa que, ao ver este post (grande ideia, aliás!), me fez lembrar de um cara que conheci no movimento secundarista. Não lembro quem, lamento, e os amigos da juventude que estão por aqui podem me ajudar a lembrar. O próprio pode se revelar, caso queira…

O fato é o seguinte: era um cara que produzia um artefato sui generis, que usava quando queria que as aulas fossem suspensas. Continuar lendo Artefato “sui generis”

De frente para a realidade…

Sabe qual é a maior raiva dos Bolsonaro, dos bolsominions e demais neoliberais ultradireitistas e fascistóides?

É que a crise sanitária que estamos vivenciando colocou abaixo os ideais de política econômica deles e a defesa do “politicamente incorreto”.

De frente para a realidade, fica evidente que individualismo, meritocracia, selvageria em prol de lucro e “Estado mínimo” para os pobres e para a classe trabalhadora não salvam vidas… e nem a própria economia. Continuar lendo De frente para a realidade…

“Delírios” de Bolsonaro são jogadas políticas, frias, calculadas e calculistas.

Revoltados com o discurso do sociopata em cadeia nacional?! Sim, continua sendo um discurso irresponsável e criminoso.

Mas não se iludam, não é meramente loucura, embora também seja, mas antes de tudo é discurso político calculista, com intenções muito bem definidas. Continuar lendo “Delírios” de Bolsonaro são jogadas políticas, frias, calculadas e calculistas.

Sociopatia, pandemias e capitalismo: Entre o socialismo ou a continuidade da barbárie.

“Brasil não pode parar por causa de 5 ou 7 mil mortes, diz dono da Madero”.

Dono da Havan defender cortar salários.

“12-mil mortes em 7 bilhoes é pouco para histeria”, reafirma Roberto Justus

“Essa epidemia simplesmente não existe”, diz Olavo de Carvalho

“Dizem que morreram só 5 mil pessoas”, diz Paulo Guedes sobre coronavírus na China

“Não vai ser uma ‘gripezinha’ que vai me derrubar”, diz Bolsonaro.

Depois de negar racismo no Brasil, presidente da Fundação Palmares nega perigo do coronavírus

*
Monstros como esse têm aos montes por aí. Colocam o lucro acima das vidas humanas, com uma frieza calculada. Vermes!
Essa pandemia mostra uma coisa: o capitalismo nunca deu certo!

Continuar lendo Sociopatia, pandemias e capitalismo: Entre o socialismo ou a continuidade da barbárie.

MP de Bolsonaro suspende contrato de trabalho por 4 meses

Jornal Folha de São Paulo de 23/03/2020:

Empresa será obrigada a dar curso online, sem pagar salário, e não haverá bolsa-qualificação com recursos do FAT, diz advogada.

*

Leia a matéria na íntegra AQUI. 

*

Já não conseguia dormir. Chorei ao ler. Não por mim. Mas por saber que milhares de pessoas ficarão sem seus salários com essa MP decretada, justamente num período em que mais necessitarão.

Chorei porque agora se saberá o real peso do que significa a tal negociação individual do empregado com o empregador e a tragédia representada no negociado acima do legislado.

Continuar lendo MP de Bolsonaro suspende contrato de trabalho por 4 meses

A importância dos serviços públicos se faz mais evidente em momentos de crise

O governo suspendeu as atividades escolares e por isso hoje tem início o meu isolamento social… Não, péra!

Não tem início coisa nenhuma, porque em SBC cerca de 150 profissionais da educação (assim como eu, assim como a grande maioria dos trabalhadores do país em seus respectivos trabalhos) continuarão trabalhando em 33 escolas que serão postos de vacinação contra a Influenza.

Portanto, a quem pode se cuidar de uma melhor forma, se cuide! Continuar lendo A importância dos serviços públicos se faz mais evidente em momentos de crise