Contos, crônicas, poesias & afins

Canção Secreta

Até quando
O que tinha dito
Fez sentido

Sem ter sido
Um sonho vão...

Até quando
Havia previsto
Sem ter visto

Entretido
Pela razão...

Até quando
Um pouco mesmo
A esmo

Ou, ao inverso
Um tanto quanto

Dispersos

Os olhos acreditavam:
O que eles ignoravam
Desconhecia o coração.

[M.S.]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s