Tag: Poesia

Dezembro

I Eu preciso abandonar Este louco projeto de sonhar com você O sonho nada me diz E você, então, se foi há tempos. Aquela luz em torno de seu corpo Era mera impressão Aquele brilho em seus olhos Era reflexos dos meus. (Ela jamais existiu) Eu me pergunto: […]

Quando o tempo parou

quando o tempo parou parei de contar os dias as noites nuvens em fogo em céus sem estrelas as manhãs repetições de si mesmas quando o tempo parou os fantasmas pulsaram uníssonos e enfeitiçados uma mente brilhante um corpo quente um coração gelado quando o tempo parou veloz […]

Até onde…

longe longe longe aonde o eco se esconde e a brisa dissipa, insípida aonde os olhos não vêem as mãos se tocam e as bocas se falam aonde os lábios se encontram os ouvidos se encantam e os corpos se enroscam aonde as mentes se aquietam os sorrisos […]

Cantada

Você é mais bonita que uma bola prateada de papel de cigarro Você é mais bonita que uma poça d’água límpida num lugar escondido Você é mais bonita que uma zebra que um filhote de onça que um Boeing 707 em pleno ar Você é mais bonita que […]