Categoria: Contos, crônicas, poesias & afins

Zangado

Enrolado em um cobertor rasgado ao meio – suficiente, porém, para cobrir todo o seu corpo –, ele dormia um sono profundo no banco da praça. Era um senhor sexagenário que, por analogia e por gracejo, havia recebido dos comerciantes locais e de seus consumidores ordinários o apelido de Zangado

É Floyd!

É Floyd, Amarildo, De sua porta à tortura conduzido Os seus Dias foram encerrados… Facínoras de Estados militarizados! São milícias, são racistas, são fascistas, Cães de guarda das ratazanas capitalistas! É Floyd, Cláudia, Fuzilada em plena luz do dia Ao porta-malas presa, desprezada Por trezentos metros arrastada… São […]

Palavras

1 – É necessário dizer Preciso dizer-te Esta noite, somente Uma palavra-chave Abrir as portas do mundo E somar cada estrela De todas as constelações E multiplica-las por cada gotícula De água das nuvens desse inverno… Preciso dizer-te, celeste É o espaço sideral Porta e chave do Universo. […]